China está disposta a apoiar luta dos países africanos contra coronavírus

“É emocionante ver alguns países africanos nos oferecendo fundos apesar de seus próprios recursos limitados”, afirma representante chinês

Médicos trabalham no Centro de Isolamento de Coronavírus do Hospital Mbagathi em Nairóbi, capital do Quênia.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, anunciou nesta terça-feira que o país está preparado para ajudar a África em sua batalha contra a epidemia do novo coronavírus.

“A China, enquanto reforça sua própria luta contra a epidemia do novo coronavírus, está disposta a fortalecer a solidariedade e a cooperação com os países africanos e apoiá-los e ajudá-los ao máximo de suas capacidades”, disse Geng.

O porta-voz afirmou que durante o surto na China, os países africanos permaneceram ao seu lado, apoiando de diversas maneiras. “Líderes de quase todos os países africanos que têm laços diplomáticos com a China e o presidente da Comissão da União Africana (UA) expressaram simpatia e apoio por telefone ou cartas”, acrescentou.

“Emocionamo-nos, em particular, ao ver alguns países africanos nos oferecendo fundos ou bens apesar de seus próprios recursos limitados. Esta é a melhor personificação da irmandade dos dois lados em todas as circunstâncias e dos esforços conjuntos para a construção de uma comunidade mais unida com um futuro compartilhado”, explicou.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.