Veículos movidos a novas energias cada vez mais difundidos

Em 2020, a China atingirá uma produção de dois milhões deles por ano

carro elétrico

A China já conta com 180 mil postos de recarga espalhados pelo país (J. Lekavicius @shutterstock)

O setor chinês de veículos de novas energias (VNEs) vem tendo rápido crescimento nos últimos anos. A produção e vendas de VNEs ultrapassou um milhão de unidades até agora, com crescimento anual superior a 200%, disse Dong Yang, vice-diretor da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis (ACFA).
Toda a cadeia industrial está estabelecida, e alguns fabricantes domésticos de baterias e motores, além de outras empresas, estão se transformando em importantes fornecedores em nível internacional. Mais de 70% dos carregamentos globais de baterias de VNEs vêm da China, diz Dong. As instalações públicas de recarga dentro da China já são mais de 180 mil, com uma cobertura crescente em áreas residenciais, e também ao longo das estradas e em outros espaços públicos. No último ano, foram vendidos na China 507 mil VNEs, maior número mundial pelo segundo ano seguido, como mostram os dados da ACFA. As companhias de VNEs têm adotado modelos de negócios inovadores, e as políticas de governo favoráveis têm deixado os VNEs mais baratos e simplificado os procedimentos de licenciamento, afirma Dong. Reunindo mais de 50% da produção, vendas e propriedade de VNEs no mundo em 2016, a China é hoje líder global em desenvolvimento de VNEs. O seu próspero mercado tem também atraído muitas empresas transnacionais. Segundo plano de desenvolvimento da indústria automobilística elaborado pelo MITI, a China em 2020 atingirá uma produção de dois milhões de VNEs ao ano.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.