Prevenção e controle de doenças infecciosas melhora na China

Relatório apresentado ao Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional afirma que não houve surtos ou epidemias em grande escala nos últimos anos

A lei de prevenção e controle de doenças infecciosas implementada na China vem trazendo benefícios ao país, de acordo com um relatório apresentado ao Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional (APN) para deliberação. Segundo o documento, nos últimos anos não houve nenhum surto ou epidemia de doenças infecciosas em grande escala, o que é resultado de prevenção e controle adequados.

O vice-presidente do Comitê Permanente da APN, Wang Chen, leu o relatório que foi baseado em uma rodada de inspeções realizadas entre maio e julho em oito regiões de nível provincial. Uma rede de notificações online que apresenta todos os relatórios dos centros de prevenção e controle de doenças acima do nível distrital funciona em todo o território chinês.

Nos últimos anos houve um aumento no número de subsídios especiais em programas chave, como o de prevenção e controle da AIDS, tuberculose e esquistossomose, indo de 5,6 bilhões de yuans, em 2013, para 9 bilhões de yuans (US$ 1,4 bilhão), em 2017. O comprometimento financeiro para combater doenças infecciosas também cresceu.

No entanto, vários desafios foram mencionados no relatório, como os riscos de disseminação que aumentam com o aumento da mobilidade da população; a quarentena e monitoramento sobre transportes de animais vivos e pássaros, que ainda é deficiente, e a insuficiência dos esforços para conter as DSTs.

O documento sugeriu que seja fornecido mais apoio médico aos pacientes com doenças infecciosas específicas e mais investimentos pelo governo central, para prevenir e controlar doenças infecciosas nas áreas de fronteira. Também foi solicitada a regulação fortalecida sobre vacinas, pedindo para que os governos e departamentos de todos os níveis coloquem a segurança e a qualidade em primeiro lugar.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.