Pacientes com COVID-19 devem ser tratados com terapias diferenciadas, diz especialista chinês

Objetivo é evitar que todos os leitos hospitalares sejam ocupados por casos leves

Em coletiva de imprensa realizada em Pequim nesta semana, o especialista em doenças infecciosas, Wang Guigiang, enfatizou o uso de diferentes terapias para tratar pacientes com diferentes sintomas do novo coronavírus.

“Os pacientes com sintomas leves devem ser sujeitos à quarentena centralizada, ter seus sinais de vida monitorados e ser transferidos para os hospitais designados se seus sintomas piorarem”, disse o médico.

Para o especialista, se a medida não for seguida, “muitos dos recursos médicos, como leitos hospitalares, serão usados em casos leves, deixando casos graves e críticos com maior necessidade de tratamento proativo sem atendimento. Isso levará a uma maior taxa de mortalidade”.

Wang afirma que a oxigenoterapia deve ser aplicada a todos os pacientes com COVID-19. “O apoio respiratório é muito importante para o tratamento dos casos graves, e o suporte respiratório varia desde o uso de máscaras de oxigênio, respiradores até máquinas de oxigenação por membrana extracorpórea”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.