OMS alerta que não haverá volta à normalidade em futuro próximo

“O vírus continua sendo o inimigo público número um, mas as ações de muitos governos e pessoas não refletem isso”, afirmou o diretor-geral da entidade

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta semana que o retorno à “velha normalidade” está longe de acontecer, com o número de novos casos de COVID-19 atingindo recordes e muitos países tomando decisões erradas.

As coisas vão “piorar cada vez mais”, alertou Tedros. “O vírus continua sendo o inimigo público número um, mas as ações de muitos governos e pessoas não refletem isso”.

O diretor-geral da OMS deu orientações para controlar a doença. A primeira é buscar a redução da mortalidade e supressão da transmissão. A segunda é focar em uma comunidade empoderada e engajada que toma medidas de comportamento individual no interesse um do outro. E a terceira é uma forte liderança governamental e coordenação de estratégias abrangentes, comunicadas de forma clara e consistente.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.