EUA devem explicar atividades em laboratórios na Ucrânia, diz porta-voz militar chinês

Wu Qian reforçou que “qualquer informação sobre atividades militares biológicas” merecem atenção internacional

Créditos: Xinhua/Lu Jinbo

Wu Qian, porta-voz do Ministério da Defesa Nacional da China, exigiu, na quinta-feira, que os Estados Unidos expliquem sua pesquisa sobre armas biológicas realizada em laboratórios na Ucrânia.

Wu disse ter tomado nota de reportagens relevantes sobre bio-laboratórios dos EUA no país, acrescentando que armas biológicas são armas de destruição em massa e qualquer informação sobre atividades militares biológicas merece muita atenção da comunidade internacional.

De acordo com fontes abertas, dezenas de laboratórios biológicos na Ucrânia foram operados sob os comandos do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. A falta de transparência e os riscos de segurança inegáveis, entre outros, são razões importantes para que estes laboratórios despertaram uma ampla preocupação, observou Wu.

O lado americano é instado a tomar uma atitude aberta, transparente e responsável e a dar um relato completo das suas atividades militares biológicas no país e no exterior e sujeitar-se a uma verificação multilateral, disse Wu.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.


  • Rogério de Freitas disse:

    Eu não duvido nada que os EUA e seus aliados tenha criado o covid-19 para tentar criar crise na economia da China.