Empréstimos na China para companhias atingidas pelo coronavírus passam de US$ 200 bilhões

Medida cobriu mais de 22 milhões de pequenas empresas

As instituições bancárias da China já concederam mais de 1,4 trilhão de yuans (US$ 200 bilhões) em crédito para facilitar a atual luta contra o surto do novo coronavírus. Os números foram divulgados nesta sexta-feira pela Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China (CRBSC).

Para ajudar as pequenas empresas atingidas pelo surto, a Comissão proibiu as instituições bancárias de retirar, atrasar ou parar de conceder empréstimos a essas empresas.

“O setor bancário intensificou o apoio às companhias privadas e às micro e pequenas empresas, assim como aos setores de manufatura e agricultura de primavera”, informou Yang Liping, funcionária da CRBSC.

A medida cobriu mais de 22 milhões de pequenas empresas e as de propriedade individual, além de indivíduos que não podem trabalhar durante o surto, como motoristas de caminhão e táxi.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.