Dois pandas deixam base de reprodução na China com destino ao Qatar

Centro de Conservação enviou criadores e veterinários experientes para acompanhar animais

Chen Juwei/Xinhua

Dois pandas gigantes deixaram sua base de criação na Província de Sichuan, sudoeste da China, na terça-feira, para o Qatar, em um programa de cooperação sobre a pesquisa e proteção do animal entre os dois países.

A fêmea Si Hai (3 anos) e o macho Jing Jing (4) moravam na base de Ya’an do Centro de Conservação e Pesquisa da China para o Panda Gigante. Eles serão levados para o Qatar em um avião especial do Aeroporto Internacional Shuangliu de Chengdu.

Esse é o primeiro programa de cooperação sobre panda gigante entre a China e o Oriente Médio. O Centro de Conservação e Pesquisa da China do Panda Gigante enviou criadores e veterinários experientes para acompanhar os animais e ajudá-los a se adaptar ao novo ambiente.

Há mais de um mês, os pandas fizeram exames físicos e ficaram em quarentena. Eles estão em boa saúde, de acordo com o centro. Especialistas da China forneceram orientação no local onde os dois pandas viverão no Qatar e ajudaram a estabelecer uma equipe profissional de criação e gestão de pandas gigantes.

Em maio de 2020, a China e o Qatar assinaram um acordo de cooperação sobre proteção e pesquisa de pandas gigantes para promover a cooperação internacional na proteção do panda e na proteção da biodiversidade e das espécies ameaçadas dos dois países.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.