Dirigível chinês bate recorde de altitude

Aparelho foi projetado para observação atmosférica no Planalto Qinghai-Tibet

Créditos: Xinhua/Jiang Fan

O dirigível flutuante desenvolvido pela China, projetado para observação atmosférica, atingiu uma altitude recorde de 9.032 metros na Região Autônoma do Tibet, neste domingo.

Criado pelo Instituto de Pesquisa da Informação Aeroespacial da Academia Chinesa de Ciências (ACC), o dirigível “Jimu Nº.1” do tipo III tem um volume de 9.060 metros cúbicos. O aparelho pode coletar dados em alta altitude, usados para rastrear o ciclo regional da água e monitorar mudanças na composição atmosférica.

Créditos: Xinhua/Tian Jinwen

O projeto, como parte da segunda rodada de pesquisa científica da China no Planalto Qinghai-Tibet, foi realizado por 64 cientistas de várias instituições de pesquisa chinesas.

O dirigível fornecerá dados vitais sobre a fonte de água do Planalto Qinghai-Tibet e contribuirá para combater os efeitos em cadeia da água, ecologia e atividades humanas sob as mudanças climáticas, disse Yao Tandong, acadêmico da ACC e líder da segunda rodada de pesquisa científica no Planalto Qinghai-Tibet.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.