Delegados da Assembleia Mundial da Saúde destacam apoio da China na luta contra Covid-19

Representantes do Egito, México, Níger e Gabão citaram o país asiático

Delegados de países como Egito, México, Níger e Gabão destacaram o apoio da China na luta contra o Covid-19 na terça-feira, durante a Assembleia Mundial da Saúde, o mais alto órgão de decisão da OMS.

A pandemia foi uma oportunidade para estimular a capacidade de pesquisa, e então o Egito participou de ensaios clínicos para testar a vacina da chinesa da Sinopharm contra o coronavírus, disse a ministra Hala Zayed.

Jorge Alcocer Varela, secretário de saúde do México, agradeceu ao apoio de nações amigas como Argentina, China e Rússia. “Promovemos um programa especial para o uso de vacinas seguras em nosso país. Em muito pouco tempo, o México criou alianças que poderiam ser replicadas em outras partes do mundo para acelerar a fabricação e distribuição de vacinas disponíveis”, disse ele.

O delegado do Níger também expressou gratidão à China, dizendo que o país criou um mecanismo de resposta eficaz com apoio bilateral e multilateral. “Isso nos permitiu alcançar resultados satisfatórios na gestão das duas ondas que atingiram nosso país”, disse.

Desde março, o Gabão realizou a campanha de vacinação e mais de 11 mil pessoas foram vacinadas com vacinas da Sinopharm doadas pela China, disse o delegado gabonês.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.