Corredor internacional facilita comércio de carne brasileira para a China

Recente exportação de proteína bovina demorou 20 dias a menos para chegar em município do sudoeste chinês

Pela primeira vez, o Município de Chongqing importa carne bovina congelada brasileira através de um corredor de comércio internacional. A estratégia pode reduzir muito o tempo de logística envolvido no comércio de produtos de carne entre os dois países.

As cerca de 84 toneladas de carne do Brasil, avaliada em quase 4 milhões de yuans (US$576 mil), levaram 48 dias para chegar no município do sudoeste da China. O prazo é 20 dias menor em comparação com as rotas de carga tradicionais.

O Novo Corredor Internacional de Comércio Terrestre-Marítimo é uma passagem comercial e logística construída em conjunto pelas regiões provinciais chinesas e os países da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), incluindo Cingapura. Atualmente o corredor conecta 234 portos em 92 países e regiões.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.