China terá banco genético de sementes agrícolas e árvores

Medida faz parte do empenho para garantir segurança alimentar

Pesquisadores da Academia Chinesa de Ciências Agrícolas e da Corporação de Grupo Florestal da China formarão um banco genético nacional de sementes agrícolas e árvores. Os grupos assinaram um acordo de cooperação estratégica em pesquisa e desenvolvimento de recursos de germoplasma agrícola e florestal.

Nos próximos cinco anos, as duas equipes vão promover e plantar cerca de 67 mil ha de safras agrícolas e árvores de alta qualidade no país e no exterior. O objetivo é alcançar um valor de 10 bilhões de yuans (cerca de US$1,53 bilhão) no processamento primário e profundo dos produtos.

A atenção para resolver problemas relacionados a sementes e terras agrícolas é parte dos esforços para garantir a segurança alimentar, segundo um comunicado divulgado após a Conferência Central de Trabalho Econômico, realizada neste mês.

A China visa fortalecer a proteção e utilização dos recursos de germoplasma e intensificar a construção de bancos de sementes.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.