China tem 393 mil organizações comunitárias sem fins lucrativos

Iniciadas por moradores de uma comunidade, essas organizações atuam com ajuda aos vizinhos e organização de atividades culturais e esportivas

A China atingiu o número de 393 mil organizações comunitárias sem fins lucrativos, de acordo com o vice-ministro dos assuntos civis do país, Zhan Chengfu. Ele também informou que elas podem ajudar a inovar a gestão social e melhorar os serviços comunitários da região em que atuam.

Como organizações comunitárias, o Ministério dos Assuntos Civis considera àquelas que são iniciadas por moradores de uma comunidade e que atendem às necessidades imediatas dela. Exemplos das suas atuações são a ajuda aos vizinhos, a organização de atividades culturais e esportivas e a realização de serviços técnicos para a produção em áreas rurais.

Além disso, existem mais de 7 mil instituições privadas de trabalho social que prestam serviços às comunidades, e que contam com a participação de mais de 230 mil assistentes sociais em seus trabalhos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.