Chanceler chinês defende apoio de BRICS aos órgãos da ONU

“Isso permite uma resposta mais efetiva contra a COVID-19 e favorece a reunião de força global”, afirma o conselheiro de Estado da China

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, afirmou nesta terça-feira que “apoiar a Organização Mundial da Saúde (OMS) ajuda a salvar mais vidas e dar tratamento a mais pacientes”.

Wang, que também é conselheiro de Estado, sublinhou que os países que compõem o agrupamento econômico BRICS devem apoiar os órgãos da Organização das Nações Unidas (ONU) para que cumpram seu devido papel na luta contra a COVID-19.

“Isso permite uma resposta mais efetiva contra o coronavírus e favorece a reunião de força global”, disse o ministro na Conferência Extraordinária dos Ministros das Relações Exteriores do BRICS sobre a COVID-19.

A China recentemente doou um total de US$50 milhões à OMS.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.