Patrimônio mundial da Unesco, Grutas de Mogao são restauradas

As cavernas possuem mais de 45 mil metros quadrados de murais esculpidos em penhascos

Cerca de 30 projetos foram lançados neste ano para restaurar as Grutas de Mogao, patrimônio mundial da Unesco, localizado na cidade de Dunhuang, na China. O programa da Academia Dunhuang pretende restituir as relíquias das cavernas, como os murais e as esculturas.

Mais de dez grutas estão sendo totalmente reparadas e aproximadamente 30 estão passando por manutenção, segundo Guo Qinglin, diretor do instituto de proteção e investigação da academia. Os projetos são financiados por fundos governamentais e por doações privadas.

As cavernas milenares abrigam uma vasta coleção de obras de arte budistas, mais de 2 mil esculturas coloridas e 45 mil metros quadrados de murais espalhados por 735 cavernas, esculpidas ao longo de penhascos por antigos devotos.

Em novembro, o Conselho de Estado da China publicou um conjunto de diretrizes para melhorar a conservação e fazer melhor uso desses locais no país.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.