Estação espacial chinesa se prepara para a chegada de novos astronautas

Módulo central receberá nave de carga, nave tripulada e dois módulos de laboratório neste ano

Créditos: Guo Zhongzheng/Xinhua

A nave de carga chinesa Tianzhou-3 se separou do módulo central, Tianhe, da estação espacial do país e se juntou novamente ao módulo na quarta-feira.

Tianzhou-3 desligou-se do porto de acoplamento traseiro do Tianhe às 05h02 (horário de Pequim), mudou-se para a porta frontal do módulo e completou um encontro orquestrado por computador, atracando às 09h06, de acordo com a Agência Espacial Tripulada da China.

A agência também  disse que a combinação do Tianhe e Tianzhou-3 está em boas condições, esperando para atracar com a nave de carga Tianzhou-4, a nave tripulada Shenzhou-14 e o módulo de laboratório Wentian.

A China planeja concluir a construção em órbita de sua estação espacial até o final de 2022. Seis missões estão previstas para este ano, incluindo o lançamento da espaçonave de carga Tianzhou-4 em maio, a espaçonave tripulada Shenzhou-14 em junho, o módulo de laboratório Wentian em julho, e o módulo de laboratório Mengtian em outubro.

Os três módulos formarão uma forma T para completar a construção em órbita da estação espacial da China.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.