China lança módulo central da estação espacial Tianhe

Novidade dá início a uma série de missões até o final do próximo ano

A China enviou ao espaço o módulo central de sua estação espacial, dando início a uma série de missões de lançamento que visam concluir a construção da estação até o final do próximo ano.

O módulo Tianhe atuará como o centro de gerenciamento e controle da estação espacial Tiangong (Palácio Celestial), com um nó que pode acoplar até três espaçonaves por vez para estadias curtas, ou duas para estadias longas, disse Bai Linhou, subchefe projetista da estação da Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST, em inglês).

Tianhe tem um comprimento total de 16,6 metros, um diâmetro máximo de 4,2 metros e uma massa de decolagem de 22,5 toneladas, e é a maior espaçonave desenvolvida pela China.

A estação espacial será em forma de T com o módulo central e uma cápsula de laboratório em cada lado. Cada módulo terá mais de 20 toneladas. Quando a estação atracar com espaçonaves tripuladas e de carga, seu peso pode chegar a quase 100 toneladas.

A estação operará na órbita baixa da Terra em uma altitude de 340 km a 450 km. Ela tem uma vida útil projetada de 10 anos, mas os especialistas acreditam que pode durar até mais 5 anos com manutenção e reparos adequados.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.