China apoia o plano de ação do G20 para ajudar os países mais pobres

Governo chinês também ajuda a comunidade internacional com doações em dinheiro

O Ministério das Finanças da China confirmou na última sexta-feira que apoia o plano de ação publicado pelo G20 para enfrentar o impacto da COVID-19. O país também prometeu contribuir aos esforços do grupo para combater a pandemia por meio de suas próprias ações de política.

De maio até dezembro, os pagamentos de dívidas dos países mais pobres do mundo serão suspensos, em decisão acordada pelos ministros de Finanças e presidentes dos bancos centrais do G20.

Para obter melhores resultados, a China pede que os credores multilaterais e comerciais adotem as ações adequadas o mais breve possível para ajudar de forma conjunta os países mais pobres a superar as dificuldades.

A China vem proporcionando ajuda à comunidade internacional por meio de outros canais bilaterais e multilaterais, incluindo a doação de US$ 20 milhões à Organização Mundial da Saúde e atribuição de US$ 10 milhões em seu Fundo de Redução da Pobreza e Cooperação Regional sob o Banco Asiático de Desenvolvimento para apoiar os programas de controle do surto na região.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.