Banda larga cobre 98% das aldeias rurais da China

Dados do Ministério da Indústria e Informatização ainda mostram que a rede nessas áreas tem velocidade similar à das regiões urbanas do país

A taxa de penetração da fibra ótica e redes de 4G já ultrapassaram 98% entre as aldeias administrativas da China, segundo informações do Ministério da Indústria e Informatização. Zhang Feng, engenheiro chefe do ministério, afirmou que o serviço universal de telecomunicações da China promoveu as aplicações de internet como a teleducação, telemedicina e o comércio eletrônico nas áreas rurais chinesas.

As declarações foram feitas em um seminário sobre serviço universal de telecomunicações e tecnologia da informação e comunicação para o alívio da pobreza, onde Zhang ainda disse que a iniciativa permitiu que mais pessoas em áreas remotas da China tivessem acesso aos serviços públicos básicos.

O Ministério da Indústria e Informatização lançou cinco pacotes de projetos piloto desde o final de 2015, cobrindo 1300 mil aldeias administrativas em 27 províncias com a rede de fibra ótica e ampliando a cobertura 4G, por meio da construção de 36 mil estações-base, explicou Wen Ku, funcionário da pasta.

Pelo que mostram as estatísticas, a velocidade da rede, com taxa média de downloads que ultrapassam 70 M/s, é tão rápida quanto a das regiões urbanas do país. Segundo Wen, o apoio ao serviço universal de telecomunicações será expandido e o acesso à internet nas escolas rurais e remotas da China será melhorado.

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.