Bancos chineses aprimoram serviços em meio à luta epidêmica

Sistema financeiro é instruído a oferecer suporte às empresas que trabalham no controle do coronavírus

O Banco Popular da China, o Ministério das Finanças e a Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China realizaram nesta terça-feira uma conferência sobre apoio financeiro para o controle epidêmico e o crescimento econômico do país.

O setor está sendo instruído a fazer uso de 300 bilhões de yuans (US$ 43,17 bilhões) em fundos especiais de financiamento para oferecer um suporte rápido às empresas que trabalham na prevenção e controle da epidemia.

O banco central da China solicitou aos bancos que apoiem a economia real para restaurar o desenvolvimento, expandir o acesso ao crédito e reduzir os custos de financiamento para ajudar as empresas a superarem as dificuldades decorrentes da epidemia do novo coronavírus.

Desde o início do surto da COVID-19, o sistema financeiro chinês vem adotando medidas que têm garantido serviços financeiros ininterruptos e estabilizado as expectativas do mercado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.