12 universidades chinesas entram em ranking das melhores do mundo

A Universidade de Tsinghua, a melhor classificada, ficou na 16ª posição e a maioria das universidades apresentou melhora no indicador Citations per Faculty da QS

Doze instituições acadêmicas da China foram incluídas entre as 100 melhores do mundo no QS World University Rankings 2020, da Quacquarelli Symonds (QS), uma empresa de análise do ensino superior. Pelo oitavo ano consecutivo, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) foi considerado a melhor universidade do mundo, estabelecendo um recorde.

As principais universidades asiáticas que apareceram na lista foram a Universidade Nacional de Singapura e a Universidade Tecnológica de Nanyang, ambas na 11ª posição. Já entre as universidades chinesas, a melhor classificada foi a Universidade de Tsinghua, que subiu uma posição em relação à lista do ano passado, ficando no 16º lugar. A Universidade de Pequim, por sua vez está no 22º lugar, tendo subido oito posições.

Segundo a QS, as classificações deste ano mostram uma melhoria sustentada em todo o sistema chinês. Além disso, o impacto da pesquisa chinesa continua melhorando ano a ano. Das 42 universidades qualificadas da China continental, 32 delas apresentaram melhora no desempenho no indicador Citations per Faculty da QS.

As 10 melhores universidades do continente chinês produziram 428.191 trabalhos de pesquisa no período de cinco anos utilizados pela QS para avaliar o impacto da pesquisa, ante os 443.996 produzidos pelas 10 melhores universidades dos EUA. Isso significa que a diferença na produção atualmente é de apenas 15.805 documentos, ou seja, menor que os 37.233 do ano passado.

A China fez progressos importantes na sua estratégia de modernização educacional, com uma melhora significativa da qualidade da educação e da influência global. No futuro, a China também poderá considerar integrar proativamente a tecnologia de inteligência artificial a todas as áreas-chave do desenvolvimento da educação, pelo que disse a diretora de China da QS, Christina Yan Zhang.

A QS faz esses rankings universitários desde 2004, e desde que publicou o seu primeiro QS World University Rankings, ela cresceu e se tornou a fonte mais popular do mundo de dados comparativos sobre o desempenho das universidades.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.