Wuhan elimina totalmente lixo hospitalar e águas residuais

Capacidade de descarte de resíduos médicos aumentou cinco vezes na cidade

A Província de Hubei, no centro da China, elevou sua capacidade diária de descarte de resíduos médicos após o surto de COVID-19. O departamento provincial da ecologia e do meio ambiente informou que a região está realizando o tratamento total de novos resíduos em um espaço de tempo de 24 horas.

Li Ruiqin, vice-chefe do departamento, disse que a quantidade diária de resíduos hospitalares em Hubei saltou para 458 toneladas em relação às 136 toneladas antes do surto, enquanto em Wuhan passou de 45 para 291 toneladas.

Ao mesmo tempo, a capacidade diária de descarte de resíduos médicos de Hubei foi elevada para 667,4 toneladas, das 180 toneladas antes do novo coronavírus, enquanto a de Wuhan, capital da província, para as atuais 265,6 toneladas ante 50 toneladas.

As águas residuais médicas produzidas em hospitais designados e locais de isolamento concentrado em toda a província foram desinfetadas e todas as 132 estações de tratamento de esgoto urbano estão operando normalmente. Pesquisas sobre as fontes de água potável mostraram que “a qualidade da água não foi afetada”, afirmou Lyu Wenyan, chefe do departamento.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.