China cria base para cooperação judicial com países de língua portuguesa

Local sediará fóruns, seminários e programas de treinamento para procuradorias chinesas e lusófonas

A Província de Guangdong, no sul da China, vai estabelecer uma base para a cooperação e intercâmbio no aspecto judicial entre a China e os países de língua portuguesa.

O local sediará fóruns, seminários e programas de treinamento para o pessoal de procuradoria da China e dos países lusófonos.

“Há uma crescente necessidade de fortalecer a colaboração em investigações e coleta de evidências extraterritoriais, resolução de conflitos transfronteiriços, proteção de direitos de propriedade intelectual e compartilhamento de casos judiciais”, afirmou a procuradoria de Guangdong.

“Os órgãos judiciais chineses já definiram o local de construção e traçaram o projeto preliminar”, explicou Zhou Liren, procurador-geral de um distrito de Guangdong.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.