Xiaomi abre sua primeira loja física no Brasil

A inauguração aconteceu no último final de semana no shopping Ibirapuera, em São Paulo, e atraiu milhares de fãs

A Xiaomi, fabricante chinesa de eletrônicos, abriu nesse sábado (01) a sua primeira loja no Brasil, tendo atraído milhares de fãs, alguns deles tendo acampado do lado de fora para ter a chance de serem os primeiros a ter a chance de comprar um dos novos smartphones da marca. Uma fila de 500 m foi formada pelos fãs da marca na porta da Mi Store da Xiaomi, no shopping Ibirapuera, na cidade de São Paulo.

Luciano Barbosa, diretor de produtos para do grupo brasileiro da Xiaomi (o grupo DL), disse em entrevista à Xinhua que eles estão apostando nos fãs da Mi e expandindo o mercado para um público que ainda não está familiarizado com a marca. “As empresas chinesas são cada vez mais reconhecidas por sua qualidade e acessibilidade”, afirmou.

Antes da abertura da loja, os smartphones da Xiaomi já estavam disponíveis em supermercados e lojas de eletrodomésticos brasileiros, mas com a loja física, a marca deverá alcançar um patamar superior de reconhecimento e prestígio. Para a inauguração, a Xiaomi ofereceu um desconto de 30% em seus smartphones top de linha, além de contar com dezenas de outros eletrônicos de alta tecnologia da empresa, desde câmeras de vigilância até aspiradores de pó, relógios multifuncionais e iluminação LED.

O diretor do grupo DL, Paulo Xu, ressaltou a importância de abrir a loja em São Paulo, maior cidade do Brasil, onde vivem cerca de 45,6 milhões de pessoas. “A primeira loja física é muito importante para atingir o mercado brasileiro, oferecendo não apenas smartphones, mas todo um ecossistema de produtos”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.