Xi’an movimenta maior número de trens de carga China-Europa

Nos primeiros 10 meses de 2018, partiram um total de 1.036 trens de carga, crescimento de mais de 500% em relação ao mesmo período do ano anterior

Xi’an, capital da província de Shaanxi, enviou um total de 1.036 trens de carga China-Europa de janeiro a outubro de 2018, um número que é 5,3 vezes maior do que o do mesmo período em 2017, de acordo com o governo da cidade. Nesses primeiros dez meses do ano, os trens de carga transportaram mais de 1 milhão de ton de mercadorias com um valor de US$ 1,4 bilhões, segundo Sun Yimin, diretor do comitê administrativo do Parque Internacional de Comércio e Logística de Xi’an.

Sun informou que desses trens, um total de 413 tinham destinos asiáticos e 201, destinos europeus. Dos trens que retornaram a Xi’an, 68 deles vieram da Ásia e 354 da Europa. As exportações eram principalmente de equipamentos mecânicos, matérias-primas industriais, móveis, eletrodomésticos e roupas; enquanto as importações eram predominantemente de automóveis, trigo, madeira, fios de algodão, entre outros.

Xi’an, que na antiguidade era conhecida como Chang’an, é o ponto de partida da Rota da Seda, uma antiga rota comercial terrestre que atravessava Shaanxi, Gansu e Xinjiang, no noroeste chinês e na Ásia Central e ocidental, até chegar ao mar Mediterrâneo. A cidade lançou o seu primeiro trem de carga China-Europa no dia 28 de novembro de 2013, e atualmente existem 11 rotas de transporte China-Europa que partem de Xi’an e viajam pelos principais países ao longo da Rota da Seda.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.