Xangai exige que empresas paguem funcionários durante quarentena

Pagamentos poderão ser adiados por não mais do que um mês, segundo diretriz

Créditos: Xinhua/Ding Ting

Xangai emitiu, na quinta-feira, uma diretriz afirmando que as empresas devem pagar salários a seus empregados que não podem trabalhar normalmente devido às quarentenas de COVID-19.

De acordo com o documento divulgado pelo departamento municipal de recursos humanos e seguridade social, as empresas estão proibidas de rescindir contratos de trabalho quando os empregados são colocados em quarentena para tratamento ou estão sob observação médica, ou não podem trabalhar normalmente devido a outras medidas emergenciais implementadas pelo governo.

As empresas podem providenciar para que seus empregados trabalhem em casa ou consultá-los os para organizar o tempo de férias, incluindo licença anual remunerada, disse o documento.

Para empresas que não podem pagar os salários temporariamente devido à epidemia, os pagamentos podem ser adiados por não mais do que um mês, após consulta com sindicatos ou representantes dos empregados.

O documento exige que os recursos humanos e outros departamentos construam plataformas de treinamento de emprego e habilidades profissionais para os trabalhadores, abram canais on-line e off-line para reclamações e prestem atenção ao cuidado e serviços aos trabalhadores migrantes.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.