Wall Street prevê recessão em 2023, diz revista Fortune

Especialistas se basearam nas taxas de inflação, desemprego e efeitos dos conflitos na Ucrânia

Créditos: Xinhua/Wang Ying

A revista americana Fortune publicou uma matéria, afirmando que uma recessão é aguardada por diversos setores de Wall Street para o próximo ano. “Investidores bilionários, ex-funcionários da Reserva Federal e agora até bancos de investimento alertaram repetidamente que a economia pode atingir um muro em 2023”, diz o texto.

Muitos especialistas se basearam em pretextos históricos, para analisar a situação. “Nos últimos 75 anos, toda vez que a inflação ultrapassou 4% e o desemprego ficou abaixo de 5%, a economia dos EUA entrou em recessão em dois anos”, afirmou Lawrence Summers, ex-Secretário do Tesouro.

Com a inflação ultrapassando 8% e a taxa de desemprego caindo para 3,6% em março, Summers afirmou que vê uma probabilidade de 80% para a chegada de uma recessão no próximo ano.

Um time de economistas do banco Deutsche Bank divulgaram um estudo, afirmando que revisaram as previsões globais, devido aos conflitos na Ucrânia, que interromperam as cadeias de suprimentos globais e aumentaram drasticamente os preços das commodities e os custos de energia nos EUA e na União Europeia.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.