Vice-presidente do Brasil diz que China é importante parceiro estratégico

O general Mourão afirmou que o país asiático é um forte parceiro comercial brasileiro e que temos que aproveitar melhor o seu potencial de investimento

O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão disse, em entrevista concedida em Boston e publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, que a China é um importante parceiro do país. Ele destacou que a capacidade do investimento do país asiático deve ser melhor aproveitada, especialmente do que diz respeito à infraestrutura, e disse que a China “está voltando a ser o principal motor econômico do mundo”.

O general, que participou da Brazil Conference, evento organizado pela Universidade de Harvard e pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), assegurou que “a China não é uma ameaça estratégica para o Brasil, é um parceiro estratégico”.

“A China importa entre 32% e 33% do que exportamos. É um parceiro comercial forte, e tem uma capacidade de investimento grande que temos que utilizar melhor. Nós temos é que melhorar o que a gente está mandando para a China, mandar mais coisas com valor agregado”, destacou Mourão.

O vice-presidente ainda disse que o governo brasileiro tem interesse em que a China invista no país em infraestrutura por benefício mútuo. “A China quer nossos produtos, nós necessitamos de ferrovias, portos e rodovias que facilitem o transporte desses produtos em melhores condições. Essa é a troca que nós temos que fazer com eles”.

Ele ainda destacou a importância da China para a economia brasileira: “Outro dia, o próprio chanceler, Ernesto Araújo, em audiência no Senado, deixou clara a nossa parceria estratégica com a China. Não temos como fugir disso, é nosso maior cliente e a China ultrapassará todo o mundo. Em alguns anos, mais da metade do Produto Interno Bruto (PIB) mundial será da China”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.