Venda de livros clássicos chineses tem crescimento em 2018

O aumento do interesse por essas obras se deu principalmente entre crianças e adolescentes

Em 2018 a China experimentou um aumento em vendas de livros clássicos, especialmente daqueles que são destinados ao público infantil. A JD, que é uma gigante de vendas on-line no país, disse que no ano passado foram vendidos 131% de livros do tipo em comparação com 2017 e o volume de vendas de fotocópias de clássicos chineses cresceu quase 200%.

As vendas de clássicos da literatura chinesa também tiveram um auge no último ano, e o volume de vendas do romance clássico “Jornada ao Oeste”, publicado pela Imprensa Comercial editorial, quintuplicou, enquanto o de “O Sonho da Câmara Vermelha”, da Editora Popular de Literatura, aumentou cerca de 150% em relação a 2017. O maior crescimento desse interesse por obras clássicas vem especialmente de crianças e adolescentes.

Das quase 100 edições mais vendidas do clássico “Romance dos Três Reinos” e ” Um Sonho de Mansões Vermelhas”, mais de 60% são voltadas para crianças, segundo a OpenBook, empresa de pesquisa da indústria editorial com sede em Pequim.

A aprendizagem dos clássicos chineses foi considerada uma tarefa principal em uma diretriz emitida pelas autoridades centrais da China em 2107 sobre a preservação e desenvolvimento da excelente cultura tradicional. No mesmo ano, o Ministério da Educação publicou uma diretriz sobre a reforma do exame de admissão universitário, que incentiva que as aulas de chinês aumentem a exposição dos estudantes a clássicos chineses e textos relacionados.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.