Veículo explorador da China percorre 463 metros do lado oculto da Lua

Tecnologia examinou uma cratera e obteve novo lote de dados de detecção científica

O veículo explorador chinês Yutu-2, ou Coelho de Jade-2, percorreu 463,26 metros no lado oculto da Lua para conduzir a exploração científica do território inexplorado. A tecnologia também examinou uma cratera pequena a cerca de três metros ao sudoeste da sonda e obteve um novo lote de dados de detecção científica.

De acordo com o Centro para Exploração Lunar e Programa Espacial da Administração Nacional Aeroespacial da China, tanto o pousador como o veículo explorador da sonda chinesa, Chang’e-4, terminaram seu trabalho no 19º dia lunar, e entraram em modo dormente devido à falta de energia solar.

Como resultado do efeito de trava gravitacional, o ciclo de revolução da Lua é o mesmo que seu ciclo de rotação, e o mesmo lado fica sempre virado para a Terra. Um dia lunar é igual a 14 dias na Terra e uma noite lunar tem a mesma duração.

A sonda Chang’e-4, lançada em 8 de dezembro de 2018, fez o primeiro pouso suave da história no lado escuro da Lua em 3 de janeiro de 2019.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.