Vacinação é principal estratégia chinesa contra Covid-19

Funcionários do governo falaram das medidas do país sobre a imunização

Cerca de 65 milhões de doses de vacina contra Covid-19 foram aplicadas em toda a China até o último domingo, disse Li Bin, vice-chefe da Comissão Nacional de Saúde, em uma coletiva de imprensa em Pequim, nesta segunda-feira.

Segundo Li, 15 grupos de supervisão foram enviados para dar orientações em todo o país. Ele acrescentou que a melhor maneira de prevenir e controlar casos da doença, a vacinação, é a estratégia prioritária da China.

Observando uma situação geral estável da pandemia, Li apontou riscos de casos importados e de focos em algumas localidades. Ele também pediu que mais pessoas se vacinem.

O país estabeleceu sistemas para coordenar o fornecimento de imunizantes no território e uma plataforma nacional de rastreamento para implementar as medidas de controle de todo o processo de imunização.

Os fabricantes de vacinas da China estão em constante expansão, sua capacidade de produção está sendo continuamente liberada e aumentará gradualmente, revelou Tian Yulong, engenheiro-chefe do Ministério da Tecnologia e Informatização.

“Estabelecemos um mecanismo flexível para garantir um equilíbrio entre a oferta e a demanda das vacinas”, disse Tian.

O fornecimento atual de materiais para a produção de imunizantes também é ordenado, estável e suficiente, e pode atender às necessidades de produção em larga escala no momento e por algum tempo, afirmou.

Além de garantir que a demanda doméstica seja atendida, Tian ressaltou que a China continuará a exportar imunizantes contra Covid-19 e a fornecer ajuda para outros países.

De acordo com dados do Ministério das Relações Exteriores, o país asiático já prestou auxílio de vacina para mais de 50 países e exportou doses para 27 nações.

A China também tomou uma série de medidas eficazes para garantir a qualidade e a segurança dos imunizantes contra Covid-19, afirmou Yuan Lin, da Administração Nacional de Produtos Médicos.

Yuan explicou que foi criado um sistema de supervisão abrangente, um sistema legal completo e um sistema de padrões de qualidade para vacinas. Cada lote no mercado é examinado e aprovado por uma agência credenciada pelo Estado.

“Também estamos intensificando os esforços para melhorar continuamente a qualidade e a eficiência do exame de vacinas para corresponder à nossa capacidade de produção”, concluiu.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.