Uso econômico e intensivo de recursos hídricos é destacado em projeto de revisão da lei chinesa

Propostas são voltadas ao Rio Amarelo, o “rio mãe” da nação chinesa

Xinhua/Zhang Weitang

Legisladores chineses estão ponderando um projeto de revisão de lei para fortalecer o uso econômico e intensivo dos recursos hídricos no Rio Amarelo, o “rio mãe” da nação chinesa.

O projeto, que foi apresentado quinta-feira ao Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional, especifica que os recursos hídricos da bacia do Rio Amarelo devem ser utilizados de forma cuidadosamente calculada e estritamente orçada.

Nesse sentido, o projeto propõe incentivar e promover o uso de tecnologias avançadas de economia de água e acelerar o desenvolvimento de produção e estilos de vida eficientes O país coordenará a construção de sistemas de controle de enchentes nos afluentes do Rio Amarelo e fortalecerá a sinergia dos sistemas entre as bacias, diz o texto.

A proteção das áreas de conservação do origem da água do Rio Amarelo deve ser reforçada para aumentar os esforços de proteção e restauração ecológicas na bacia do Rio Amarelo, de acordo com o projeto. Também foi estipulado que o país intensificará a gestão abrangente, sistêmica e de origem da poluição da bacia do Rio Amarelo a partir da produção agrícola e industrial e das atividades urbanas e rurais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.