Universidade de Oxford abre centro de pesquisa na China

Localizado no Parque Industrial de Suzhou, o centro terá programas liderados por acadêmicos da própria universidade

O primeiro centro internacional de pesquisa de ciências físicas e engenharia da Universidade de Oxford foi inaugurado na última semana na província chinesa de Jiangsu. De acordo com o site oficial da universidade, ele foi batizado de Centro de Pesquisa Avançada de Oxford-Suzhou (OSCAR, na sigla em inglês), e fica localizado no Parque Industrial de Suzhou, que também é o financiador do centro.

Os programas de pesquisa iniciais serão liderados por grupos dos departamentos de Engenharia, Física, Química e Materiais da universidade. As aplicações desses programas envolvem informática da saúde, engenharia de tecidos e técnicas de imagens biomédicas até remediação ambiental, materiais avançados e dispositivos eletrônicos.

No total, 12 acadêmicos liderarão esses projetos e irão trabalhar no centro durante ao menos dois meses todos os anos. Louise Richardson, vice-reitora de Oxford, disse que a cooperação com a China proporcionou uma oportunidade interessante e afirmou esperar mais realizações em áreas novas e inovadoras.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.