UFF inaugura Instituto Confúcio em Niterói

Com o objetivo de promover e ensinar aos brasileiros a língua e a cultura chinesas, instituto estreita os vínculos da universidade com a China

A Universidade Federal Fluminense (UFF) inaugura nesta terça-feira (28) uma sede do Instituto Confúcio em Niterói (RJ), para estreitar os vínculos entre a universidade e a China. Essa história começou em 2017, quando o reitor da UFF, Sidney Mello, fez viagens para diversos países europeus e asiáticos, incluindo a China, onde assinou um acordo com a Hebei Normal University, que possibilitou a vinda do instituto para Niterói. Dessa forma, a cidade passa a ser o nono município brasileiro a sediar um Instituto Confúcio.

Com a inauguração, a UFF passará a fazer parte de uma rede internacional de instituições que difundem a língua chinesa e estimulam a relação cultural e acadêmica do país. O evento contará com a presença do professor Evandro Menezes de Carvalho, que dará uma palestra sobre as relações Brasil-China, além de apresentações de artes chinesas como balé, Kung Fu e caligrafia.

Carvalho afirma que a vinda do Instituto Confúcio é um passo significativo para o aprimoramento das relações da UFF e do estado do Rio de Janeiro com a China, dizendo que cada vez mais a comunidade acadêmica passa a olhar para o país com atenção e interesse de aprender o idioma chinês.

“Há um ano a UFF inaugurou o Centro de Estudos dos Países Brics e agora conta também com o Instituto Confúcio, que dará um suporte fundamental no campo da cultura e do idioma chinês. Hoje, a China conta com 50 universidades que ensinam o português, evidenciando o valor que dão ao diálogo com os países de língua portuguesa. O país é o maior parceiro comercial do Brasil desde 2009 e é, atualmente, o maior investidor. Aprender o mandarim e desenvolver uma ampla compreensão da sua cultura é fundamental para quem pretende abraçar as novas oportunidades que a China traz para o mundo”, enfatiza o professor.

Lívia Reis, superintendente de relações internacionais e diretora brasileira do Instituto Confúcio, afirma que os objetivos da entidade são promover e ensinar aos brasileiros a língua e a cultura chinesas, despertar a curiosidade a respeito da história do país e expandir a área de pesquisa do chinês e do português para estrangeiros. A inauguração acontecerá às 16h desta terça-feira (28), no auditório Macunaíma, bloco B, Rua Professor Marcos Waldemar de Freitas Reis, s/n, 4° andar, no campus do Gragoatá.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.