Turismo se recupera no patrimônio mundial da UNESCO no leste da China

Montanha Huangshan tem visto um número crescente de visitantes

 Turismo se recupera no patrimônio mundial da UNESCO no leste da China

Créditos: Shui Congze/Xinhua

A Montanha Huangshan, patrimônio mundial da UNESCO na Província de Anhui, leste da China, tem visto um número crescente de turistas, graças à contenção efetiva do ressurgimento da Covid-19.

O número de turistas no local, famoso por sua majestosa beleza cênica, rochas estranhas, picos cobertos de nuvens e pinheiros antigos, ultrapassou 12,2 mil em 23 de julho. O número total de turistas superou 150 mil até agora este mês, de acordo com a administração da área cênica.

Anhui relatou um ressurgimento da COVID-19 no fim de junho, o que a levou a tomar medidas rápidas para conter a propagação do vírus. A situação epidêmica diminuiu gradualmente e nenhuma nova infecção foi relatada na província na segunda-feira.

As autoridades locais lançaram uma série de medidas de estímulo para revitalizar o mercado de turismo, como conceder ingressos gratuitos para estudantes que fizeram os exames de admissão à universidade e ao ensino médio deste ano e oferecer um desconto de 50% nos preços dos ingressos entre 9 de junho e 31 de agosto, uma temporada turística movimentada.

“Estou encantado com a beleza cênica deste lugar. Gostei particularmente dos picos escarpados. A temperatura está bem fresca no cume”, disse Pan Yiran, que visitou Huangshan pela primeira vez.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.