Transação de óleo de palma é aberta para investidores estrangeiros na China

País asiático representa 10% do consumo total do produto no mundo

A China iniciou, na sexta-feira, a transação de opções de óleo de palma na Bolsa de Commodities de Dalian (DCE, em inglês) e permitiu a participação de investidores estrangeiros, marcando mais um passo no esforço de abertura financeira do país.

O país asiático é um grande importador e consumidor de óleo de palma no mundo, com seus volumes de importação e consumo respondendo por 15% e 10% do total global, respectivamente.

Ao lançar opções de óleo de palma e incluir investidores estrangeiros na transação, a China pode fornecer ferramentas de gestão de risco para entidades do mercado e contribuir para a coordenação das cadeias internacionais industriais e de suprimento, bem como garantir o desenvolvimento de qualidade do seu mercado de futuros, disse a DCE.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.