Trabalho voluntário na China cresce na última década

Desde a realização dos Jogos Olímpicos de 2008, o número de inscritos para trabalhos voluntários mais que dobrou no país

O voluntariado na China só está crescendo, sendo que até o final de 2017, cerca de 4,13 milhões de pessoas se inscreveram para algum tipo de trabalho voluntário em Pequim, o que corresponde a 2,43 milhões a mais do que na década anterior. De acordo com o que Li Lei, subsecretário-geral da Federação de Trabalho Voluntário de Pequim, afirmou em uma reunião sobre os voluntários dos Jogos Olímpicos de 2008, foram mais de 225 milhões de horas de serviço realizadas até o final do ano passado.

As Olimpíadas de Pequim, em 2008, inauguraram uma nova era do voluntariado chinês, sendo que de acordo com as estatísticas, mais de 1,1 milhão de pessoas se inscreveram para ser voluntários, sendo que 100 mil efetivamente trabalharam nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Entre os tipos de trabalhos realizados estão: serviço comunitário, atendimento médico, combate a incêndios e ações de resgate.

“A excelência no serviço deles ganhou reconhecimento e amizades”, afirmou a federação, que atualmente está trabalhando com o comitê municipal de Pequim da liga da juventude e com as autoridades locais para promover a campanha para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que também serão realizados na capital chinesa.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.