Trabalhadora têxtil recebe medalha de 1º de Julho

Huang Baomei estrelou um filme sobre o tema na década de 1950

A atriz Huang Baomei foi uma das 29 pessoas que receberam a Medalha de 1º de julho, a maior homenagem criada pelo Partido Comunista da China (PCCh), pela sua dedicação às telas de cinema.

Huang se tornou uma estrela do cinema por acidente. Na década de 1950, a indústria têxtil de Xangai se tornou um dos pilares da economia. Quando decidiram fazer um filme sobre o tema, Baomei era uma trabalhadora da área e se tornou a inspiração para o roteiro.

O longa, intitulado de “Huang Baomei”, foi estrelado pela própria trabalhadora.

Segundo o “Diário do Povo”, Huang, que hoje possui 90 anos, ressaltou que fazer parte do filme foi um dos momentos mais emocionantes da sua vida. “Depois que o filme foi lançado, algumas pessoas recomendaram que eu passasse a atuar”, ela afirmou. “Mas decidi por não seguir. Achei que minha carreira estava nas oficinas têxteis, sem as quais eu seria nada.”

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.