Tibet possui uma das melhores qualidades de áreas verdes no mundo, diz relatório

Estudo analisou propriedades da água, do ar e manutenção de espécies ameaçadas de extinção

A Região Autônoma do Tibet, no sudoeste da China, continua sendo um dos melhores lugares do mundo em termos de meio ambiente, mantendo uma qualidade estável no ano passado, de acordo com um relatório divulgado na quinta-feira.

As propriedades da água dos principais rios e lagos permaneceu boa, enquanto a qualidade do ar da região se manteve excelente em 2020, observa o estudo compilado pelo departamento de ecologia e meio ambiente da região.

Até o final de 2020, o Tibet havia construído 47 reservas naturais com uma área total de 412,2 mil quilômetros quadrados, o que representa mais de um terço da região.

Mais de 200 espécies de plantas silvestres raras e ameaçadas de extinção na região estão listadas no apêndice da Convenção sobre Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção, aponta o relatório, acrescentando que a maioria das espécies animais protegidas teve uma recuperação significativa em sua população.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.