Telescópio FAST da China identifica mais de 240 novos pulsares

Maior radiotelescópio de antena parabólica única do mundo tem potencial para detectar rajadas rápidas de rádio e ondas gravitacionais

Os Observatórios Astronômicos Nacionais da Academia Chinesa de Ciências divulgaram que o Radiotelescópio Esférico de Abertura de Quinhentos Metros (FAST, na sigla em inglês), o maior radiotelescópio de antena parabólica única do mundo, identificou mais de 240 novos pulsares.

Com base nos dados coletados pelo FAST, os cientistas publicaram mais de 40 artigos de qualidade. Com a ajuda do telescópio avançado, as equipes de pesquisa chinesas tornaram-se uma importante força no estudo de explosões rápidas de rádio.

O FAST tem imenso potencial para detectar rajadas rápidas de rádio e ondas gravitacionais, fornecendo suporte de dados para pesquisas sobre o processo físico do Big Bang.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.