Taxa de desemprego na China caí no mês de março

Segundo o DNE, a taxa de desemprego pesquisado nas áreas urbanas ficou em 5,2%

Dados oficiais mostram que o mercado de trabalho da China permaneceu estável durante o mês de março, com uma baixa taxa de desemprego. Nas áreas urbanas, a taxa de desemprego pesquisado ficou em 5,2% em março, tendo uma queda de 0,1% em relação ao mês de fevereiro, segundo o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE).

Para a população de 25 a 59 anos, a taxa de desemprego foi de 4,8%, 0,4% inferior que a taxa geral das áreas urbanas. Quando consideradas as 31 principais cidades do país, o desemprego urbano foi de 5,1%, 0,1% a mais que o registrado em fevereiro. Já o número de trabalhadores migrantes rurais atingiu os 176,51 milhões no fim de março.

O DNE divulga regularmente a taxa de desemprego pesquisado todos os meses nas áreas urbanas desde abril do ano passado, com o objetivo de ajudar o governo a melhorar o controle macro e oferecer informações para a elaboração de políticas de emprego.

A taxa de desemprego pesquisado nas cidades é calculada com base no número dos desempregados que participaram da pesquisa de emprego nas áreas urbanas, incluindo os trabalhadores migrantes nas cidades. A taxa foi introduzida primeira vez em 2014 para refletir melhor o mercado de trabalho e servir de suplemento para a taxa de desemprego registrado nas áreas urbanas, compilada pelo Ministério dos Recursos Humanos e da Seguridade Social.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.