Sudoeste da China inicia exposição internacional de big data

Evento atraiu 225 empresas domésticas e estrangeiras

Uma exposição internacional sobre big data foi inaugurada na quarta-feira na Província de Guizhou, sudoeste da China, mostrando inovações científicas e tecnológicas de ponta e conquistas na área.

A Exposição Internacional da Indústria de Big Data da China 2021, que dura 3 dias, na capital provincial de Guiyang, atraiu 225 empresas domésticas e estrangeiras, de acordo com o comitê organizador.

Sob o tema “Abraçar a inteligência digital, realizar novos desenvolvimentos”, a exposição deste ano está sendo organizada nos meios online e presencialmente. A exposição testemunhará seis diálogos de alto nível sobre tópicos como segurança de dados, serviços digitais e digitalização de indústrias.

Observando que empresas como Apple, Huawei e Alibaba entraram e investiram em Guizhou, Vladimir Norov, secretário-geral da Organização de Cooperação de Xangai, disse na cerimônia de abertura que Guizhou deve se tornar um dos maiores centros de dados do mundo em poucos anos.

A exposição da indústria de big data, a primeira desse tipo na China, foi realizada em Guiyang cinco vezes desde 2015. Em 2019, a exposição atraiu mais de 448 empresas de 59 países e regiões, com assinatura de contratos no valor de quase 100,8 bilhões de yuans.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.