Sonda chinesa entra em modo dormente durante noite lunar

Chang’e-4 já sobreviveu 630 dias terrestres no lado oculto da Lua

Nesta quinta-feira, o pousador e o explorador da sonda Chang’e-4 entraram no modo dormente com a chegada da noite lunar, que tem a duração de 14 dias na Terra. A tecnologia já sobreviveu 630 dias terrestres no lado oculto da Lua.

De acordo com o Centro para Exploração Lunar e Programa Espacial da Administração Nacional Aeroespacial da China, no último dia lunar, o explorador passou por uma cratera de impacto a cerca de 1,3 km a noroeste do local de pouso.

Com um espectrômetro quase infravermelho, câmera panorâmica e radar lunar, o explorador pôde vislumbrar abaixo da superfície do lado escuro da Lua.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.