Sonda Chang’e-5 volta à Terra após recolher poeira e rochas da Lua

China é o terceiro país a trazer amostras lunares

A nave Chang’e-5 pousou na região chinesa da Mongólia Interior na madrugada desta quinta-feira. A missão foi concluída com sucesso e o país se tornou o terceiro a recolher amostras de poeira e rochas da Lua, atrás dos Estados Unidos e da antiga União Soviética.

O programa chinês de exploração lunar é composto por três etapas: orbitar, pousar e trazer de volta o material reunido. Segundo a Administração Espacial Nacional da China (CNSA), a cápsula de retorno se separou do orbitador a 5 mil km do Atlântico e começou a jornada para aterrissar.

Quando o equipamento estava 10 km acima do solo, um paraquedas se abriu. O módulo pousou e a equipe de busca o encontrou no local predeterminado. Agora, a cápsula será levada a Pequim para ser aberta.

A missão, lançada dia 24 de novembro, vai ajudar a entender a história da Lua e a aperfeiçoar tecnologias que permitam, no futuro, levar astronautas chineses ao satélite natural da Terra.

A China disponibilizará parte das amostras para cientistas de outros países.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.