Setor de entrega expressa deverá continuar crescendo na China

Em 2019 foram feitas mais de 63 bilhões de entregas rápidas, sendo que a previsão para 2020 é que o número chega aos 74 bilhões

O Departamento Estatal dos Correios (SPB, em inglês) da China prevê que o setor de entrega expressa no país manterá um crescimento estável no ano de 2020. Estima-se que as empresas de entrega deverão processar 74 bilhões de pacotes em 2020, o que representa um aumento de 18% em comparação com o ano passado, enquanto as receitas totais do setor devem crescer 16% em relação a 2019, chegando a 866 bilhões de yuans (US$ 267,5 bilhões).

As estatísticas mostram que no ano passado, o número total de entregas rápidas no país superou os 63 bilhões, um crescimento de 24% em relação a 2018. As receitas da área aumentaram 23%, tendo chegado a quase 745 bilhões de yuans. O SPB previu também que em 2020, os lucros comercias dos serviços postais da China aumentarão 15%, em relação ao ano passado.

Em 2019 a China permaneceu sendo o maior mercado mundial de entrega expressa, sendo esse o sexto ano consecutivo que o país ocupa essa posição. Foram cerca de 20 mil empresas e mais de 3 milhões de trabalhadores no setor.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.