Serviços inteligentes facilitam cotidiano de comunidades na China

Equipamentos usam tecnologias modernas para pedidos de reparos domésticos e proteção de residentes

A implementação de tecnologias modernas, como big data e inteligência artificial, tem transformado a vida de moradores de comunidades chinesas. Os serviços inteligentes têm sido usados especialmente para pedidos de reparos domésticos e proteção de residentes.

No distrito de Yuzhong, em Chongqing, por exemplo, é possível solicitar serviços para a casa através de um aplicativo de celular. O morador Huang Jie contou ao Diário de Povo Online que usou a tecnologia quando um interruptor de luz parou de funcionar na sua residência. Em dez minutos, um técnico já estava em sua porta para realizar a manutenção.

Os equipamentos inteligentes ainda têm o objetivo de trazer mais facilidade para as gerações anteriores. Desde o ano passado, o uso de códigos QR de saúde para entrar em shoppings e espaços públicos se tornou normal em Xangai, o que trouxe desafios para os idosos que não estão familiarizados com o celular.

Para resolver a dificuldade, a comunidade Caoyang instalou um sistema de detecção que exibe o código de saúde quando o cartão de identidade é inserido em máquinas nos espaços públicos que os idosos costumam frequentar, sem precisar recorrer ao celular.

As comunidades inteligentes ainda têm usado serviços como robôs de patrulhamento e videoporteiros para proteção das casas. Os equipamentos ajudaram a taxa de resolução de casos de furto de carteiras e arrombamentos de casa no distrito de Changning, em Xangai, a atingir 100%. Hoje, 99,3% das comunidades residenciais têm zero incidentes de roubo.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.