Segurança e performance escolar estão entre as maiores preocupações dos pais chineses

Pesquisa realizada pela SmartStudy.com em parceria com a sina.com mostra o que os pais pensam a respeito da educação de seus filhos

Uma pesquisa sobre educação feita em conjunto pela SmartStudy.com e pelo sina.com revelou que as maiores preocupações dos pais em relação à educação dos filhos são a performance escolar, a segurança nas escolas e o vício em telefones móveis. Realizada por meio de questionários online, o estudo foi feito com base em respostas de 3.205 pessoas dadas entre os dias 1° e 15 de agosto.

A pesquisa mostra que 68% dos pais se sentem “preocupados” ou “muito preocupados” com a educação de seus filhos, enquanto apenas 6% se declararam como “não preocupados”. O aprendizado vai além dos livros para mais de 44% dos pais, e 67% deles afirmam que ir a aulas depois da escola ajuda na aprendizagem.

Aproximadamente metade das pessoas que responderam à pesquisa afirmaram gastar 40% da sua renda na educação dos filhos, enquanto um terço deles acham que os gastos em educação não devem ultrapassar 20% da receita familiar.

Cerca de 70% dos pais se preocupam com a segurança das escolas, especialmente com o bullying e com o abuso infantil no ensino primário e nos jardins de infância, mas quando os seus filhos entram nas escolas secundárias, a ansiedade deles com esse aspecto diminui. O vício em telefones celulares, no entanto, é uma preocupação de 83% dos pais, especialmente quando os filhos têm mais de 12 anos.

A psicóloga Zhang Yijun aponta a ansiedade dos pais como um dos principais fatores de inibição do desenvolvimento dos filhos. “Pais ansiosos raramente incentivam suas crianças, o que faz com que elas confiem menos em si mesmas”. Para reverter isso, Zhang sugere que os pais ajudem seus filhos a amar estudar e a serem otimistas diante das frustrações da vida.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.