Salão do automóvel da China fatura mais de US$975 milhões

País registra recuperação na venda automobilística durante primeiro semestre de 2020

O 23º Salão do Automóvel de Chengdu terminou neste domingo, após dez dias de evento com exibições de mais de 120 marcas de automóveis internacionais. Quase nove mil pedidos no valor de 6,8 bilhões de yuans (US$975,1 milhões) foram feitos durante a ocasião.

“O mercado automobilístico está em constante crescimento”, disse Wang Xia, presidente do Sub-Conselho Automotivo do Conselho Chinês para a Promoção do Comércio Internacional.

“A China experimentou uma recuperação sem precedentes em formato de V nas vendas de automóveis no primeiro semestre, e agora as montadoras devem se esforçar mais para cultivar o grande mercado nacional”, afirmou Wang durante um fórum realizado na exposição.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.