Renomado médico chinês avalia resposta global ao coronavírus

“Precisamos descobrir mais sobre a doença, mas isso se tornou muito difícil porque politizaram as questões”, afirma Zhong Nanshan

Em uma entrevista ao jornal South China Morning Post, o renomado especialista em doenças infecciosas, Zhong Nanshan, compartilhou suas ideias sobre a batalha para controlar a pandemia de COVID-19.

Para o médico, a resposta dos Estados Unidos ao vírus contrasta fortemente com a de 17 anos atrás, quando as autoridades ouviram especialistas e contiveram o coronavírus da SARS com pouco mais de duas dúzias de casos. “Donald Trump subestimou o poder infeccioso da doença e sua natureza prejudicial. Ele pensou que era uma gripe”, afirma Zhong.

O epidemiologista e pneumologista chinês defende um trabalho global para derrotar a doença. Mas ele avalia que alguns políticos criaram obstáculos a essa cooperação.

“Precisamos descobrir mais sobre esse coronavírus”, explica Zhong. “Mas isso se tornou muito difícil agora porque politizaram as questões. [Algumas pessoas] têm essa ideia preconcebida de que a China é a origem da doença e isso impossibilitou a realização correta da pesquisa”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.