Relação China-EUA está em “nova conjuntura crítica”, diz novo embaixador chinês

Qin Gang chegou aos Estados Unidos na quarta-feira

O novo embaixador da China nos Estados Unidos, Qin Gang, disse na quarta-feira que a relação China-EUA “chegou a uma nova conjuntura crítica, enfrentando não apenas muitas dificuldades e desafios, mas também grandes oportunidades e potenciais”.

“Como dois grandes países diferentes na história, cultura, sistema social e estágio de desenvolvimento, a China e os Estados Unidos estão entrando em uma nova rodada de exploração, compreensão e adaptação mútuas, tentando encontrar uma maneira de se dar bem na nova era”, disse Qin em suas observações à mídia chinesa e americana durante a chegada aos Estados Unidos.

“Para onde essa importante relação será dirigida é vital para o bem-estar dos povos chinês e americano e para o futuro do mundo. Os dois povos e a comunidade internacional esperam uma relação sólida, estável e crescente entre os dois países”, disse ele.

O embaixador assinalou que seguirá adiante com o espírito do telefonema entre os dois presidentes na véspera do Ano Novo Chinês, e buscará construir pontes de comunicação e cooperação com todos os setores dos Estados Unidos.

Antes de seu cargo de embaixador, Qin serviu como vice-ministro chinês das Relações Exteriores. Seu antecessor, o embaixador Cui Tiankai, completou seu mandato e retornou à China em 23 de junho.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.